terça-feira, 10 de agosto de 2010

Visão Política Cristã

Quando os bons alcançam o poder, todos festejam; mas, quando o poder cai nas mãos dos maus, o povo se esconde de medo.
Provérbios 28:12

    Como Cidadãos do Céu, temos um representante autentico que é o Espírito Santo de Deus. Como cidadãos desta terra, precisamos influenciar nos destino desta nação.       

CIDADÃO DO CÉU
    Somos Nascidos de novo, registrado no livro da vida (Verifique em: Ap 3:5; 21,27 e Fp 4:3) onde colocamos nossa fé por completo em Jesus como seu messias e Salvador. Com isso somo ("Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo..." 1Pe 1.2.).

Nossa Pátria esta nos céus Hb 11.14-16 (E aqueles que dizem isso mostram bem claro que estão procurando uma pátria para si mesmos.Não ficaram pensando em voltar para a terra de onde tinham saído. Se quisessem, teriam a oportunidade de voltar. Mas, pelo contrário, estavam procurando uma pátria melhor, a pátria celestial. E Deus não se envergonha de ser chamado de o Deus deles, porque ele mesmo preparou uma cidade para eles.) 



Os santos da igreja primitiva tinha sua esperança firmada na vida eterna e numa pátria celestial, uma cidadania Celestial. No tempo de hoje não diferente  preservamos nossa fé e lutamos o combate, afim de conquistamos nossa cidadania Celestial.



CIDADÃO NA TERRA 

Como cidadão desta terra e desta nação precisamos influenciar ( Leia Mc 16.15), claro não esquecendo que somos um cidadão celestial, influenciar em diversas áreas, familiar, estilo, cultural, mas, vamos colocar em ênfase na Política hoje.

O grande escritor C.S Lewis disse “Só teremos uma sociedade cristã quando a maioria dos indivíduos for cristã” a responsabilidade da igreja é de produzir cristãos maduros com capacidade de conquistar os mais diferentes cargos na sociedade, seja como administradores, professores, jornalista, engenheiros, e políticos..., podendo se destacar pela sua ética e responsabilidade no trabalho, resultado de sua fé em Cristo.
               
Apóstolo Paulo em sua época sob o domínio romano nos ensina sobre o relacionamento político  (Leia Rm 13. 1-7), dizendo que toda autoridade e instituída por Deus de acordo com o plano de Deus sobre o seu povo. Devemos respeitá-la  quando  a agimos Mal e não temer quando não estamos agindo de bom modo.

Mas verificando esta palavra de Paulo em RM 13. 1-7, claro que ela não pode ser aplicada praticamente, então como um Cristão estando na Ásia ou oriente médio sobre um submetendo leis deles, tem um exemplo de Daniel e seus amigos que desobedeceram a lei de adora um Ídolo como resultado foram jogados na fornalha. Mas não desobedecendo a Lei de Deus, lembrando que somos cidadãos do Céu, que diz para adorarmos outros deuses foram salvos. Vendo isso estamos livre para desobedece as leis humanas quando elas vai contra a lei de Deus.

Na bíblia descreve vários fatos (Leia a Bíblia) quando seu povo era governado por Reis que não temia ao Senhor ou eles não obedeciam a ordem de Deus, o povo sofriam, mas, quando seus Reis serviam ao Senhor e obedecia suas leis, seu povo vivia em tempo de  paz, prosperidade. (Jo 34.30; Sl 71.4; Pv 28.15; Is 26.10)

            Muitos cristão não aceitam a Igreja se envolva na política, isso acho errado pois como vamos cumprir nosso “Ide”, precisamos influencia esta nação, esta terra, para que não  sejamos governado por “injustos”.  Hoje conforme nossa constituição brasileira somos abençoado a escolhe nosso governantes, quando nos votamos em ninguém ou em branco estamos favorecendo a outros.  
           
            Claro que não podemos sair votando a todo aquele que diz ser cristão, precisamos diferencia joio do trigo, o verdadeira cristão resplandece sua vida espiritual (Gl 5. 18-25)
           
            Por fim precisamos um Governo de Justo, uma moral cristão na política do Brasil, e nos vamos consegui isso quando você e eu e a igreja de Jesus abri os olhos e ver que precisamos mudar esta política suja e errada que vemos, não vote em branco vote em um candidato com moral cristã com ética e com princípios bíblicos, para que não leve nosso povo a o erro, mas sim a prosperidade, paz, alegria, a nossa nação para que povo possa dizer “Feliz é a nação cujo Deus é o SENHOR...” Sl 33.12.